Buscar
  • Fernando Schultz

Propostas "bilingues" ou comerciais? tudo que você deve saber a respeito.

Desde a chegada das escolas bilíngues ao Brasil a maioria das escolas tradicionais passaram a também se considerarem bilíngues. Mas será que de fato realmente são? Muitas escolas por questões comerciais tem perdido sua identidade, filosofia e em alguns casos criando traumas em crianças por tratarem a segunda língua de uma maneira puramente comercial.

Após muitas duvidas trazidas por pais de alunos e baseado em 10 anos de experiência na educação de segunda lingua(L2). Estamos trazendo algumas questões técnicas importantes ao pais e responsáveis saberem e se informarem antes de escolher a uma escola bilíngue.

Normalmente as escolas bilíngue custam em media 80% a mais que as escolas regulares. Isto devido ao aumento da carga horaria, para que de fato a escola seja bilíngue.

Tudo que for optativo aos responsáveis não deve ser considerado bilíngue afinal a escola bilíngue deve estar em sua filosofia e de preferencia o ambiente deve ser inglês, professores devem se comunicar em inglês entre si e etc, alem da carga horária que deve ser extendida em mais de 2 horas diárias.

A maioria das escolas regulares tem sua proposta em transformar os alunos em vestibulando e vendem posição no vestibular as aulas de inglês são dadas em português e fica exclusivamente focada na gramatica e interpretação de textos na maioria das escolas os professores de inglês dão aulas em português. Pode soar estranho, mas é verdade, pergunte para seu filho!

Em alguns casos as escolas que passaram a se dizer bilíngues apenas aumentaram a carga horaria semanal mas mantiveram aquela mesma aula clássica de inglês regada a repetição , musiquinhas , gramatica e no final uma prova traumatizante onde os erros são enfatizados em caneta vermelha, assim como nos anos 80 temos visto muitos alunos traumatizados com a L2. (segunda lingua)

Então afim de informar pais, mães e responsáveis ai vão algumas dicas técnicas baseada em conhecimentos acadêmicos e cientificos .

Carga horária: Todas as escolas brasileiras devem obedecer as determinações da Lei de Diretrizes e Bases da Educação, além de determinações do MEC e dos conselhos estaduais de educação. Essas normas definem, por exemplo, a carga horária mínima, os 200 dias letivos, os parâmetros curriculares nacionais, etc. Isso deve ser feito na língua oficial do país, o português. Para dar conta de acrescentar conteúdos curriculares em uma segunda língua as escolas precisam ampliar a carga horária. O recomendável é que pelo menos 3 horas por dia sejam dedicadas ao ensino na segunda língua. Por isso as escolas bilíngues precisam funcionar em período integral ou semi-integral, garantindo ao aluno tempo para estudo nas duas línguas.

Escolas internacionais oferecem aproximadamente 50% das disciplinas ensinadas exclusivamente em inglês (por falantes nativos). Com 25 a 30 horas/aulas por semana, o aluno tem aproximadamente 14 horas de inglês. Se isso serve como parâmetro, pode-se deduzir que um programa de educação infantil bilíngue eficaz deve oferecer, no mínimo, de 8 a 10 horas por semana de imersão.

Currículo único:Uma escola bilíngue não pode possuir dois currículos paralelos, um em português e outro na segunda língua do currículo. Em vez disso, deve construir um currículo único em que os conteúdos oferecidos nos dois idiomas interajam e se completem. "O que é feito em uma língua é expandido na outra língua. Expandir é ampliar, e não simplesmente repetir ou traduzir", diz Rita Ladeia, professora do Instituto Singularidades e uma das palestrantes da Bett Educar.

Número de alunos por grupo: A experiência demonstra ser muito difícil criar e manter um ambiente onde o inglês predomina com mais 5 ou 8 crianças no grupo. A não ser que todos já tenham um bom domínio da língua (o que raramente ocorre), conversa paralela em português acaba anulando os esforços do professor, se o grupo for maior. Especialmente quando estiverem engajados em atividades envolventes.

Fonte: English Made in Brazil - https://www.sk.com.br/sk-educacao-bilingue.html

https://www.sk.com.br/sk-educacao-bilingue.html

https://www.bettbrasileducar.com.br/bettblog/três-caracter%C3%ADsticas-que-toda-escola-bil%C3%ADngue-deve-ter

28 visualizações

SHAPES - Inglês para crianças

contato@shapeschool.com.br

(48) 3025 4441 /98841 9690

 

 

 

Rua: Vitor Konder, 352

Centro-Florianópolis

88015-400

 

 

© 2016 por FDS-digital - Todos direitos reservados shapeschool.com.br